terça-feira, 4 de julho de 2017

Um ano em revista...

Um ano repleto de atividades... Visualiza o filme em que podes visualizar todas as atividades dinamizadas ou em que participamos...



sábado, 1 de julho de 2017

Banco B3- ECO recebe uma menção honrosa na XIV Edição Prémio Fundação Ilídio Pinho, Ciência na Escola - 30 / 06

O projeto B3-Eco recebeu uma menção honrosa no 4º escalão, da XIV Edição Prémio Fundação Ilídio Pinho, Ciência na Escola. A mostra nacional decorreu em Coimbra no dia 29 e 30 de junho.

Parabéns!


sexta-feira, 30 de junho de 2017

terça-feira, 20 de junho de 2017

Monitorização (Brigadas Verdes): avaliação dos dados recolhidos sobre os temas água, energia, resíduos e floresta

Durante o 2º e/ou 3º períodos alunos do 5ºA, 7ºA, 8ºB e 9ºB monitorizaram os papelões, embalões, água, resmas de papel gastas na reprografia e a horta escolar.


A monitorização bimensal dos ecopontos revelou que houve um aumento continuo na percentagem de ecopontos usados corretamente pelos alunos: de 60,6% em janeiro para 72,7% a meio de março e 81,8% em junho. Constataram também que no final do ano todos os espaços em que foram colocados ecopontos  os continham e estavam funcionais (100% de ecopontos funcionais). Através da auditoria ambiental realizada no final do ano constatou-se que 58,8% dos alunos dizem fazer a separação dos resíduos na escola; 83,2% dos alunos referem que
colocam o papel usado nos papelões existentes nas salas de aula e noutros espaços da escola e 55,4% dizem usar os ecopontos amarelos existentes na sala do aluno e no bar e os colocados no presente ano junto da entrada dos pavilhões. Para este resultado contribuiu em muito o trabalho de sensibilização levado a cabo pela brigada responsável aquando da verificação e recolha do papel nas salas de aula.






A equipa responsável pela monitorização do gasto de papel na reprografia chegou à conclusão que em média são gastas 28 resmas de papel: 19 A4 e 9 A3. Maioritariamente é usado a frente e verso do papel (>90%). Uma vez que o consumo do papel aumentou no presente ano, sugeriram que no próximo ano letivo se realizasse uma campanha de redução dos gastos de papel.



A equipa responsável pela monitorização da água concluiu, após realizada a estatística dos consumos de água registados, que o gasto médio diário de água é  de 14,8 m3. Realizou 11 registos entre janeiro e o início de junho. Constatou ainda que da sinalética recolocada nas 8 casas de banhos dos alunos, a apelar para a poupança de água, (uma vez que a do ano transato foi removida durante as limpezas e 2 sinaléticas tinham sido destruías) estavam intactas no final do ano.

A Brigada Verde da energia colocou  em todas as salas nova sinalética mais visível a apelar para a utilização da energia solar sempre que possível e à poupança de energia elétrica. No final do ano verificaram que se mantinha a sinalética em todos os espaços em que  tinha sido colocada (100%).


A sementeira sustentável, criada no âmbito da comemoração da Semana Europeia da Prevenção dos Resíduos e comemoração do Dia da Floresta Autóctone, em novembro, constituída por

3 embalagens de esferovite de peixe divididas em seis recetáculos, contendo cada embalagem seis sementes de sobreiro, castanheiro e nogueira, respetivivamente, teve uma taxa de germinação de 83,3% (15 em 18 sementes germinaram: 4 de castanheiro, 5 de sobreiro e 6 de nogueira).


Comparativamente com o ano transato houve  um acréscimo no volume de tampinhas e de óleo recolhidos: 700 L de tampinhas (320 L no ano transato) e  250 L de óleo (210 L no ano transato). 


Foram ainda recolhidos 105 Kg de roupas, brinquedos, livros e calçado, para o projeto Roupas Usadas não estão Acabadas e cerca de 10 000 rolhas de cortiça para o projeto Green Cork nas escolas. 

Na monitorização do desperdício alimentar na cantina escolar verificou-se uma evolução positiva: houve uma redução do desperdício alimentar de 30.3 Kg para 10,2 Kg. 






Várias turmas participaram no projeto da horta, tendo cumprido as datas estipuladas e tendo-se colhido vários produtos. Houve um grande envolvimento da comunidade educativa. 90% dos alunos dizem que é importante ter uma horta biológica na escola e 65% dizem que gostariam de colaborar na horta.






A nossa horta em Junho: um projeto tornado realidade

Algumas fotografias da nossa horta... Está muito linda e produtiva... Parabéns a todos e principalmente à professora Fátima Gaspar que coordenou este projeto!











sexta-feira, 16 de junho de 2017

Banco B3- Eco selecionado para a Mostra Nacional da 14ª edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”

Vai ter lugar nos próximos dias 29 e 30 de junho, no Convento de S. Francisco, Coimbra, a Mostra Nacional da 14ª edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”, com a exposição dos 100 projetos selecionados pelo Júri Nacional.
Espera-se a presença de mais de 3.000 participantes: Escolas e Delegações Regionais, Universidades, Autarquias, Associações, PME de Excelência e outros convidados.
Já confirmaram a sua presença os Senhores Presidente da República, Primeiro-Ministro, Ministro da Educação, o Secretário de Estado da Educação e o Secretário de Estado da Indústria, bem como Embaixadores dos PALOP.

O nosso banco é um dos 100 selecionados.
Parabéns!